Fitoterapia

Técnica milenar que hoje vem sendo muito utilizada para tratamentos de doenças e promoção da saúde.

O que é a Fitoterapia?

O termo fitoterapia tem origem grega, no qual fito (phyto) significa "vegetal" e terapia (therapeia) quer dizer "tratamento". A fitoterapia é a utilização das plantas para tratamento de doenças e recuperação da saúde. 

 

Estudos apontam que o uso de plantas, com fins medicinais, é anterior a 2000 a.C. O uso terapêutico de plantas é provavelmente, tão antigo quanto a própria humanidade. Algumas antigas civilizações acreditam no "efeito místico" produzido pelas plantas utilizando-as em rituais religiosos.

Os nativos da ilha de Fiji, a mais de três mil anos, utilizam a planta kava kava (Piper methysticum) como calmante. Cientistas alemães realizaram estudos sobre as propriedades da kava kava, e comprovou-se que seu extrato tem efeito no combate à ansiedade.

Pode-se considerar medicamento fitoterápico toda preparação farmacêutica (extratos, pomadas e cápsulas) utilizando como matéria-prima partes de plantas (folhas, caules, raízes, flores e sementes) com reconhecido efeito farmacológico.

Segundo a terapeuta corporal holística Silvia Yamamoto, “Fitoterapia é a sabedoria milenar da utilização das plantas medicinais transmitida de geração a geração para tratar de várias enfermidades que afligem o corpo. Já diziam nossos avós, está com problema no fígado, tome chá de …”

Para que serve a Fitoterapia?

Por trabalhar de forma natural, a Fitoterapia serve para complementar tratamentos de saúde e na prevenção de doenças crônicas ou agudas.

A fitoterapia já faz parte da nossa realidade e cada vez mais fará, pois já é uma técnica comprovada cientificamente e muito indicada entre os médicos como um complemento a alguns tratamentos.

Cuidados

Por mais natural que seja, é muito importante termos certos cuidados com remédios naturais.

Mesmo na fitoterapia, há algumas contra-indicações, bem como efeitos colaterais. Portanto, é de extrema importância evitar a automedicação e seguir a risca as informações de dosagem e suas formas de uso.

Ao se consultar com um fitoterapeuta, é fundamental relatar ao profissional, qualquer espécie de medicamento que esteja tomando a fim de evitar que a fitoterapia interfira na ação do medicamento ou até gerando outros efeitos.

Tratamento

O tratamento através da Fitoterapia, deve ser na maioria dos casos um complemento à um tratamento médico. Portanto independente dos sintomas que venha a apresentar sempre recomendamos a consulta à um médico para avaliar seu quadro. 

Tratamos os pacientes de acordo com suas necessidades e sintomas relatados. Antes de qualquer tratamento realizamos uma anamnse para conhecer a rotina do paciente, se possui alergia a algum medicamento, planta ou alimento e a sua condição de saúde. 

Apos este levantamento iremos recomendar a utilização das plantas medicinais conforme sua necessidade.

O mode de consumo pode ser:

  • Chás

  • Consumo de plantas cruas 

  • Consumo de plantas cozidas

  • Ingestão de extrato/seiva

  • Utilização de Extrato ou Seiva sobre a Pele

  • Utilização de Extrato através de inalação.

As plantas, ervas ou condimentos utilizados para o preparo, podem ser sugeridas para consumo isolado, ou com um mix de plantas no preparo.

O que nos guiará para o correto tratamento e o modo de consumo será a avaliação inicial, portanto seja muito sincero no seu relato e real necessidade.